05 out

#32 [Agenda] HackRibeirão 2017

A cultura dos Hackatons e a geração de ideias inovadoras

Você já ouviu falar, sabe o que é ou já participou de um Hackaton?

O termo é a junção das palavras em inglês to hack e marathon  que significam sucessivamente “quebrar”, em tradução livre, e “maratona”. Juntas elas dão significado ao termo que hoje tem conotação de maratona de programação e solução. Nesses eventos  hackers, programadores, designers, profissionais da área de administração e outros se reúnem para desenvolver, explorar, desvendar linhas de códigos, discutir ideias e opiniões por horas, dias ou até semanas. Os principais benefícios desses eventos são a transparência e visibilidade nas atividades, bem como a divulgação de novos projetos e produtos que em geral, possuem a característica de “menos é mais”.

Seu primeiro formato, datado do final dos anos 90, era focado na produção de códigos e criptografias que pudessem melhorar o ramo da programação de softwares. Hoje as maratonas são organizadas com temas, regras, regulamentações, resultados e número de participantes específicos e, além disso, são eventos “relâmpagos” com 24, 36 e até 48 horas de duração.

No Brasil, os eventos iniciaram por volta de 2010 e se espalharam por todo o território nacional, sendo hoje considerado um dos melhores métodos para criar novos formatos, aplicações, produtos e soluções.  Com destaque para maratonas feitas pelos setores públicos como a  1ª Hackathon da Câmara Municipal de São Paulo e o Hackathon do Governo de Minas Gerais. Esses eventos visavam obter soluções simples para grandes problemas de cidades como São Paulo e Belo Horizonte.

Leia mais

Logotipo vertical Degêcast

Inscreva-se em nossa newsletter

Cadastre-se em nossa lista de e-mails para receber notícias, dicas e atualizações semanais sobre design, comunicação e tecnologia.

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso! Obrigado por assinar nossa newsletter! :-)

Powered by