26 out

#32 [Agenda] Design Thinking e Mentorias

Vitrine do quadro Agenda do episódio 32 do Degêcast, com uma lâmpada acessa sobre a palma de uma mãe estendida, representando a fase de Ideação da metodologia de Design ThinkingVocê já ouviu falar em Design Thinking? Sabe o que é ou como é utilizado? Já aplicou o método na sua empresa?

Design Thinking  é uma técnica/método que usa da prática e criatividade para solucionar problemas e questões de uma empresa visando os futuros resultados.  Mais que isso, o Design Thinking é uma forma de pensar baseado e focado em soluções, pensado e produzido nas diversas faces do problema.

Esse método é um estudo empírico feito pelo psicólogo, arquiteto e designer Bryan Lawson em 1972, que investigava como as pessoas resolvem problemas diferentemente umas das outras. Em seu estudo, Lawson pedia para que dois grupos de pessoas, um grupo de engenheiros em pós-graduação e outro grupo de alunos de arquitetura do último ano, criassem uma estrutura térrea com blocos coloridos. O perímetro da construção deveria ser construído de forma a otimizar a cor vermelha ou azul, no entanto, havia certas regras para a colocação dos blocos e suas relações. Ao findar o exercício, Lawson concluiu que os engenheiros tentaram resolver o problema por análise; já os arquitetos pela síntese.

Análise que dizer “dissolução” enquanto síntese quer dizer “conjunto de proposições”. O que aconteceu com esses grupos foi que os engenheiros pensavam no montante do projeto, levando em consideração cada uma das partes do problema proposto, enquanto os arquitetos combinavam os elementos que estavam separados, respeitando as necessidades propostas pelo problema, criando um novo elemento.

Para o método acadêmico,  análise e síntese são dualidades complementares e a conclusão foi que toda síntese é contruída a partir do resultados de uma análise e toda análise precisa de uma síntese para averiguação dos resultados. Além disso, o pesquisador percebeu que essas fases compõe o que hoje chamamos de Design Thinking e o profissional Design Thinker busca soluções para o problema, se apoiando na análise do objeto para construir a síntese da solução.

Sendo assim, a proposta do Design Thinking é adotar empaticamente um outro olhar, um novo prisma ao problema ou projeto. Esse processo alinha o consumidor final como centro do desenvolvimento desse projeto para gerar os resultados desejáveis, e que seja financeiramente viável e tecnicamente possível de se realizar. Além disso, o método envolve as seguintes etapas:

  • Imersão
  • Análise e síntese
  • Ideação
  • Prototipação ou prototipagem

Imersão

É a aproximação de um problema por meio de diversos pontos de vista. É quando o problema passa pela etapa preliminar, que é do entendimento do mesmo, e depois disso realiza-se as pesquisas. Nessa fase os escopos e limites do projeto são identificados, dando sequência para a segunda fase, a imersão de profundidade, onde inicia o projeto de pesquisa, contextualiza o problema, faz entrevistas e o trabalho de campo, coleta os dados e inicia reflexões e conclusões.

Análise e síntese

Nesta etapa os dados de imersão, já coletados, são organizados para a realização de reflexões e conclusões, realizando-se um conjunto de proposições para solução do problema apresentado.

Ideação

Nessa fase ocorre a definição do público-alvo, ou seja, para quem vão ser destinadas as soluções definidas pelo projeto. Nessa fase, o público e profissionais da área relacionada são envolvidos para proporcionar um olhar de outras perspectivas e tornar o resultado mais abrangente. São usadas técnicas como brainstorming e co-criação com estes profissionais, gerando novas ideias.

Prototipação ou prototipagem

É a etapa em que todo conteúdo começa a ganhar uma forma, de uma maneira que represente de forma mais fiel a realidade, visando a validação do conteúdo. É a fase onde as soluções inovadoras são criadas, gerando oportunidades de negócio.

Como é utilizado o Design Thinking?

O Design Thinking pode ser utilizado para criar novos produtos e/ou serviços. Mas pode ir além disso, desenvolvendo soluções para problemas de empresas com seus clientes, novas ferramentas e até novas marcas.

“Como o Design Thinking é uma abordagem, uma forma de encarar as coisas, o ideal é que os principais valores dele — empatia, colaboração, experimentação — sejam incorporados ao dia-a-dia das empresas, para resolver todo tipo de situação”, afirma Luis Alt, que ensina a técnica na Escola de Inovação em Serviços, em São Paulo.

Porque utilizar design thinking na sua empresa?

O design thinking é uma abordagem que permite  enxergar novos caminhos por meio da perspectiva do consumidor final. É uma prática que as empresas buscam para inovar em seus processos e solucionar problemas com colaboração e criatividade. Basicamente, o design thinker irá propor soluções e reestruturações  em gestão para que o projeto ou problema em questão alie todos os aspectos necessários.

Para isso, o profissional trabalha com um paradigma Arquitetura/Design/Antropologia (A/D/A), caracterizado pela inovação e pelo  human-centered design (design centrado no ser humano), que é uma mistura de processo com kit de ferramentas que possibilita a criação dessas soluções. Esse paradigma é focado no trabalho colaborativo e interativo e é a contraposição do modelo tradicional de gestão que possui o trinômio Matemática/Economia/Psicologia (M/E/P).

Mentoria

O que é?

A mentoria no ramo do empreendedorismo é uma forma de se conhecer melhor seu mercado de atuação, junto com um mentor, que será responsável por ajudá-lo a conquistar seus objetivos. Em termos gerais, o mentor é uma pessoa especializada e capacitada no assunto que irá levantar estratégias e enxergar resultados.

Por que a mentoria é importante?

Com a mentoria você conta com a orientação de um profissional que já trilhou o mesmo percurso que você deseja trilhar, no mesmo setor, e já atingiu o cargo que desejava.
Com a mentoria você acumula conhecimento e experiência compartilhada que podem te ajudar a trazer para si a responsabilidade de saber qual o melhor caminho a seguir.

E no episódio de hoje…

E no episódio de hoje trouxemos os queridos Daniel Takaki, investidor, empreendedor e mentor de hackatons, para falar sobre processo de Mentoria e responsabilidade do empreendedor, e o Rafael Daron, da Pinha Digital, para falar um pouco sobre Design Thinking: o que é, quais o benefícios e como uma empresa pode crescer através das técnicas empregadas.

As entrevistas foram gravadas no Supera Parque, durante o evento HackRibeirão 2017, uma maratona de programação voltada a soluções de problemas de gestão pública da cidade de Ribeirão Preto. O evento ocorreu nos dias 30/09 e 01/10, e ofereceu um circuito de palestras de capacitação, falas e mentorias aos participantes e ouvintes.

Compartilhe com a gente sua experiência com Design Thinking! Conte-nos como isso impactou a sua vida e qual a importância dele na sua empresa. Lembre-se sempre de nos dar o seu feedback, ele é muito importante para nós! 😉

Além disso, assine nossa Newsletter e receba nossa notificação antes de todo mundo. Curta e compartilhe nossas mídias sociais, elas são o nosso ponto de visibilidade. Indique o podcast a um amigo! Produzimos conteúdo original e compartilhamos com vocês todas as quintas-feiras, até às 23h59!

Links importantes:

O design thinking atinge a maturidade

Créditos

Trilha sonora por Kolic.

Degêcast, abreviação abrasileirada de Design Gráfico, é um podcast desenvolvido por estudantes e professores do curso de Design Gráfico do Centro Universitário Barão de Mauá, em Ribeirão Preto – SP.

Mande comentários, sugestões, críticas e opiniões para degecast@gmail.com
Visite nosso sitehttp://degecast.com.br
Curta a página do Degêcast no Facebook
Siga@degecast no Twitter
Compartilhe esse episódio com alguém que poderá gostar do tema!

Assine o Degêcast no seu celular ou no iTunes pelos links abaixo, dê play no reprodutor para ouvir agora ou faça download do arquivo mp3 e escute offline no seu celular ou computador.

2 thoughts on “#32 [Agenda] Design Thinking e Mentorias

  1. Gostaria de deixar bem claro que foi um ENORME prazer dar uma entrevista para o DEGECAST! Muito obrigado pela oportunidade!
    Espero ter ajudado o ecossistema de Ribeirão Preto e região.
    Ah!!! Fica uma dica… como eu disse… se alguém precisar de um help ou quiser algum conselho, não pense duas vezes… ENTRE EM CONTATO!!! rs
    Abs

  2. Daniel, obrigado pelo retorno e pelo comentário! O prazer foi todo nosso, obrigado por enriquecer o programa. Volte sempre, será um prazer recebê-lo novamente! Abs e boas coisas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logotipo vertical Degêcast

Inscreva-se em nossa newsletter

Cadastre-se em nossa lista de e-mails para receber notícias, dicas e atualizações semanais sobre design, comunicação e tecnologia.

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso! Obrigado por assinar nossa newsletter! :-)

Powered by